Sexo Oral – 5 Dicas para o melhor boquete da vida (Tutorial)

Está cansado de receber ou fazer um sexo oral meia boca? Apesar do trocadilho oportuno, esse costuma ser um dos dramas sexuais mais frequentes entre casais, e o pior de tudo é que muitos não têm a menor ideia de como reverter essa situação e nem têm ideia para melhorar a parte preliminar da relação sexual.

1 – Saber o que a pessoa gosta e deixar claro para o outro

Na Internet, há muitas dicas para fazer o oral perfeito e que simplesmente não funcionam! Elas são generalizadas e, nem sempre, atendem às preferências de todos os caras da face da terra. É por isso que a melhor forma de conseguir fazer ou receber o melhor sexo oral da sua vida é conseguindo dialogar com a outra parte, informando quais as preferências – mas é claro, que isso precisa acontecer de forma sutil.

Uma boa oportunidade de começar a conversa é perguntando o que a outra pessoa gosta neste momento, ao invés de já partir falando sobre você. Depois de ouvir as fantasias, comente sobre as suas – se a pessoa te der ouvidos, é muito provável que, na próxima oportunidade, ela use estas informações ao seu favor.

dicas para o melhor sexo oral

2 – Saber conduzir o ritmo

Um dos maiores enigmas em relação ao sexo oral masculino é que o outro tem que adivinhar qual o ritmo preferido dele, ou qual dá mais prazer, além do timing certo para acelerar ou desacelerar.  Isso significa que, se você não dar a entender com expressões ou diálogo o que prefere, a outra parte nunca saberá se está no caminho do boquete perfeito. Quem está fazendo precisa estar atento a estes sinais na hora H.

Ao prestar atenção nas reações do parceiro, certamente, conseguirá identificar o que funciona e o que não funciona. Aos poucos, as preferências serão tão claras que será muito mais fácil acertar a mão na hora do boquete. Não será estranho se depois disso o casal ganhar intimidade!

3 – Ajustar a profundidade

Existem áreas que possuem mais terminações nervosas que outras, onde está localizado o ponto G da maioria dos homens. Porém, sabe-se que se o estímulo ficar concentrado apenas em uma região, acaba perdendo um pouco da “graça”. É por isso que o boquete incrível precisa estimular toda a área, de preferência com bastante criatividade.  De tempos em tempos, mude a atividade: parta da lambida para a sucção, dos beijos para a masturbação e não esqueça de espiar as reações!

como fazer boquete

4 – Evitar dentes!

Vai ser muito difícil encontrar alguém que goste de sentir os dentes na hora da boquete. Algumas mordidinhas na cabeça do pênis ou na extensão podem até vir a calhar e são até consideradas sexy, mas na hora de chupar eles costumam machucar a região, que já é sensível por natureza. Por conta disso, é sempre bom projetar os lábios para frente, de forma a evitar qualquer escorregão.

Se estiver na posição de quem recebe o boquete, vai pegar bem estimular fazendo o movimento correto para que eles não encostem. No entanto, tome cuidado com a sua atitude para que o clima não desapareça.

boquete sexo oral

5 – Resolver algumas “burocracias” importantes 

Para fechar com chave de ouro, preste atenção em outras questões importantes – detalhes fazem toda a diferença na sensação. Algumas dicas importantes são olhar nos olhos do companheiro, abusar de saliva ou óleo e caprichar na massagem, na sedução e nas posições.

O ponto crucial: cospe ou engole? Aqui, a preferência ficará destinada a quem está realizado o boquete e pedir para engolir ou não engolir pode ficar muito chato – a não ser que já tenha bastante intimidade entre o casal. Se quem está lendo este texto está procurando agradar na hora do boquete, então, aposte em engolir ou deixar gozar em partes erógenas do corpo.

Se quem está lendo o texto é aquele que está procurando aprender algumas dicas para induzir a outra pessoa a fazer um sexo oral melhor, então a principal dica está no tópico um: o diálogo.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply