Alimentos afrodisíacos para homens e mulheres – Os 5 mais potentes

Os alimentos afrodisíacos são aqueles que tem o potencial de garantir uma melhor performance sexual, mas nem todos agem aumentando a libido. Alguns, liberam hormônios importantes para o relaxamento, outros,potencializam a ereção nos homens. Na prática, todos colaboram, de alguma forma, para apimentar a relação – e a refeição.

Lista de alimentos afrodisíacos

  • Ostras: possui hormônios que estimulam a produção de testosterona no homem;
  • Açafrão: deixa a região da pélvis mais sensível ao toque;
  • Catuaba: tonifica os músculos e diminui o cansaço;
  • Ginko Bilboa: melhora a circulação sanguínea estimulando a ereção no homem;
  • Chocolate: produz serotonina, hormônios que dá sensação de prazer;
  • Pimenta: melhora a circulação sanguínea e o estado de excitação;
  • Canela: estimula a circulação sanguínea e aumenta a libido;
  • Castanhas e nozes: aumentam a lubrificação vaginal;
  • Alecrim: ajuda no tratamento de impotência sexual;
  • Álcool: age no sistema nervoso central produzindo estado de relaxamento;
  • Morango: melhora a circulação sanguínea;
  • Tangerina: mantém o humor controlado;
  • Café: cafeína ajuda a dar energia e funciona como estimulante.

[ Veja também: como funciona o Viagra e como tomar – Funciona?]

Conforme explica um estudo publicado pela Universidade de Brasília , existem três tipos alimentos afrodisíacos. São eles:

  • Químicos: derivados de substâncias que regulam os hormônios ou vitaminas estimulantes. Exemplos: chocolate, álcool, amendoim, ostras, aspargos;
  • Fálicos: há psicólogos que acreditam que a semelhança de algumas comidas com órgãos sexuais podem estimular a pessoa a pensar no assunto. Na Espanha, por exemplo, o figo faz alusão a vulva e os aspargos ao pênis.;
  • Lendas: na Idade Média muitas lendas apontam para o uso de ervas afrodisíacas por bruxas no preparo de “poções do amor”. Algumas receitas da época fazem sentido, como o uso de mel, açafrão, alecrim ou álcool.

Os psicólogos e sexólogos atentam, no entanto, que somente se alimentar destes alimentos afrodisíacos pode não ser o suficiente para deixar alguém estimulado sexualmente.

Para que tenha efeito, é preciso seguir duas regras essenciais. A primeira: o casal precisa estar relaxado e confortável durante a refeição (alguns alimentos podem ajudar nisso). A segunda: a comida precisa estar cheirando muito bem.

Os trabalhos científicos apontam para todos os animais o olfato tem poder afrodisíaco. Acontece que ao perceber odores estimula-se a secreção dos órgãos sexuais, facilitando o estado de excitação – não é a toa que as grande parte das propagandas de perfume têm uma conotação erótica.

alimentos afrodisíacos

Os 5 alimentos mais afrodisíacos

Abaixo segue a lista dos 5 alimentos que  não podem faltar nos jantares românticos, antes das festas ou no momento da conquista daquela pessoa especial. Estes, são os alimentos com maior efeito afrodisíaco e podem ser facilmente por um preço razoável.

1 – Chocolate

O cacau usado na produção de chocolate possui um aminoácido chamado arginina, o qual ajuda a liberdade o óxido nítrico no organismo.Este neurotransmissor comprovadamente ajuda o homem a manter uma ereção forte por mais tempo. A presença de arginina no corpo é tão importante que a sua deficiência pode causar a esterilidade.

Além disso, o açúcar presente no chocolate estimula a liberação de serotonina – hormônio responsável pela sensação de relaxamento e bem-estar. Deve-se preferir as versões 70% cacau ou meio amargo, afinal, o excesso de açúcar no sangue pode ser prejudicial para a ereção.

chocolate afrodisíaco

2 – Mel

O mel possui altas concentrações de vitamina B, vitamina C e minerais do pólen das flores que estimulam a produção de hormônios sexuais pela mulher e pelo homem. Com os níveis hormonais regulados, diminui-se as chances de faltar desejo na hora H.

O mel das flores é um dos símbolos afrodisíacos mais antigos que a história conhece. Na Grécia Antiga, o alimento era considerado como o néctar de Afrodite- a deusa do amor, desejo e sensualidade feminina que inspirou a palavra “afrodisíaca”. Veja também nossas dicas de como aumentar o apetite sexual. 

mel alimento afrodisíaco

3 – Nozes

As nozes e castanhas são as fontes com maior riqueza de triptofano, uma substância produzida naturalmente pelo corpo que reduz a ansiedade e provoca o relaxamento. Este é o hormônio que te possibilita permanecer adormecido, por exemplo.

Ao comê-lo de forma controlada, pode-se conseguir um efeito semelhante ao do álcool de sentir-se mais solto e alegre. Para quem possui problemas de ejaculação precoce, ou sofrem de ansiedade durante a relação sexual essa é uma boa maneira de conseguir se entregar durante o sexo. Já mostramos aqui dicas para controlar a ejaculação precoce.

As nozes e castanhas combinam com as frutas secas (ameixa, uvas, banana) estas ajudam na lubrificação feminina de modo a facilitar o estado de excitação nas mulheres.

nozes alimento afrodisíaco

4 – Maca Peruana

Conhecido como o afrodisíaco dos Incas, a Maca Peruana é utilizada até hoje numa série de produtos naturais para estímulo do apetite sexual. O fruto tem o poder de estimular as áreas erógenas do corpo e melhora a circulação sanguínea, garantindo que o pênis se encha de sangue com mais facilidade. Estudos apontam que o consumo regular deste alimento pode melhorar até a fertilidade masculina, por aumentar o fluxo de espermatozoides. Já falamos aqui sobre como funciona a Maca Peruana. 

5 – Coentro

As sementes de coentro são costumeiramente utilizadas em infusões em bebidas ou como tempero na comida. Além de ser muito aromáticas, produzem euforia nas mulheres. Os homens, no entanto, devem utilizar o condimento em menores quantidades.

Por último, não se esqueça das palavras de Isabel Allende publicadas em 2002 : “o único afrodisíaco verdadeiramente infalível é o amor. Neste caso não importam os achaques da existência, o furor dos anos, o envelhecimento físico ou a mesquinhez das oportunidades, os amantes dão um jeito de se amarem porque, por definição, esse é o seu destino”.


Referências usadas neste conteúdo

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. A gastronomia e o amor: alimentos afrodisíacos. Disponível em <http://www.bdm.unb.br/bitstream/10483/565/1/2004_SorayaSousaAlbuquerque.pdf>

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Alimentos afrodisíacos: alimentos, ritos, mitos, crenças e verdades. Disponível em <http://mkmouse.com.br/livros/AlimentosAfrodiziacos-MariaRosanaBasso-2004.pdf>


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply